#Factuais

Braga mente ao afirmar que não houve aumento de UTIs em Manaus durante pandemia

Senador Eduardo Braga (Sergio Lima/Poder 360)
Por Paula Litaiff – Da Revista Cenarium

MANAUS – O senador Eduardo Braga (MDB) mentiu, na manhã desta terça-feira, 29, durante sua fala na CPI da Pandemia no Senado Federal, ao afirmar que não houve aumento de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Manaus, no período da pandemia da Covid-19.

Dados da Secretaria de Atenção à Saúde, disponibilizados via Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), mostram que, em janeiro de 2020, esse tipo de leito somava 533 unidades na capital e, atualmente, chega a 935, um acréscimo de 75,42%. Eduardo também interrompeu o presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD), para mais uma declaração equivocada. Afirmou que, durante sua gestão, não houve pagamentos de processos indenizatórios.

A afirmação veio após o deputado estadual Fausto Souza, do mesmo partido de Braga, apresentar uma tabela com os volumes dos pagamentos indenizatórios feitos pelo Governo do Amazonas, ano a ano, a contar de 2011, período em que Omar foi governador, e se estendendo até 2020, já na gestão do atual governador Wilson Lima. A tabela integrou o relatório fruto da CPI da Saúde, instaurada no âmbito da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), em 2020, com duração de 120 dias, e da qual Fausto foi relator, motivo pelo qual o parlamentar foi convocado a depor como testemunha na CPI da Pandemia.

Pouco tempo depois de Braga afirmar que não efetuou pagamentos indenizatórios, Omar apresentou dados do Portal da Transparência do Governo do Estado, que apontam para o pagamento de R$ 346 milhões em processos indenizatórios durante a gestão de Eduardo Braga, incluindo todas as áreas.

Braga, que é pré-candidato ao Governo do Amazonas, foi governador do Estado entre 2003 e 2010, período em que não conseguiu abrir sequer um leito de UTI no interior do Estado. Hoje, o Amazonas é uma das poucas unidades da Federação a contar com leitos de UTI apenas na capital.

A atual gestão implantou Unidades de Cuidados Intermediários (UCIs) em municípios polo do Estado. Atualmente, o Amazonas se prepara para abrir as primeiras unidades de UTI no interior. Elas serão implantadas no Hospital Municipal de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), por meio de uma parceria entre Governo do Estado e prefeitura. A medida visa diminuir os impactos da pandemia do novo coronavírus.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

*

*

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff tem especialização em Gestão de Políticas Sociais e, atualmente, é diretora executiva da Agência e Revista Cenarium. Há 16 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Produziu matérias para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)