Paula Litaiff

Substituindo Carlos Almeida, Ricardo Francisco assume PTB no AM e fortalece grupo

Ricardo Francisco é o novo dirigente do PTB no Amazonas (Reprodução/Facebook)

Por Paula Litaiff*  

O secretário estadual de Cidades e Territórios (Sect, extinta SPF), Ricardo Francisco, assumiu a presidência do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) no Amazonas. A informação foi confirmada pela direção da Executiva Nacional da legenda que tem como presidente o irmão do secretário, o ex-deputado-federal Roberto Jefferson.

Roberto Francisco substitui o vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida, que comunicou nesta semana a saída do PTB após cinco meses de filiação para se dedicar, segundo ele, a estudos para defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM) no Congresso, com a tramitação da reforma tributária.

De acordo com o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PTB é detentor de um recurso financeiro que totaliza R$ 12.574.613,52 acumulado em 2020, sendo R$ 12.510.892, 94 já recebido pela sigla. Além disto, o partido está entre os que mais possui número de filiados  no País, com mais 1 milhão de pessoas.

Racha

A mudança de comando no PTB traz à tona uma “queda de braços” iniciada de forma velada há seis meses entre o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e seu vice. A informação foi publicada com exclusividade neste site.

Carlos foi acusado por aliados do governo de tentar conspirar contra Wilson Lima ao embarcar na articulação do impeachment na Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM). O pedido de destituição foi arquivado por falta de provas.

A saída de Carlos Almeida e entrada de Ricardo Francisco no PTB faz o governador Wilson Lima fortalecer braço político (Secom)

Com a desfiliação de Carlos Almeida do PTB e a recomposição da base governista na Assembleia Legislativa formada por deputados de diferentes partidos, o governador dá indícios de estar fortalecido politicamente para as eleições deste ano.

Apesar de informar oficialmente que não deverá ter candidato a prefeito de Manaus – cidade que representa metade do eleitorado do Amazonas -, Wilson Lima vem sendo procurado por pré-candidatos majoritários da capital e do interior do Estado para influenciar nas principais coligações.     

(*) Colaborou o jornalista Luís Henrique Oliveira

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.


«

Comentários para este post estão fechados

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)