Paula Litaiff

Debate político sobre ideologias de Esquerda e Direita é destaque no Boa noite, Amazônia desta quinta-feira, 9

Foto: Gabriella Lira

Por Gabriella Lira

MANAUS – No episódio do Programa ‘Boa noite, Amazônia’, que foi ao ar nesta terça-feira, 07, na Rádio Onda Digital (92.3), os jornalistas Paula Litaiff e Álvaro Corado recebram os ex-deputados estaduais Eron Bezerra e Marco Antônio Chico Preto e debateram sobre políticas de Direita e Esquerda. 

A jornalista e apresentadora Paula Litaiff questiona o ex-deputado estadual Chico Preto sobre a postura do Presidente da República Jair Bolsonaro (PL) e sua relação com a Direita. Assista o vídeo.

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.


«

Comentários para este post estão fechados

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)