Paula Litaiff

Bandidos na TV, de Daniel Bogado e Suemay Oram, vence Prêmio Abra de Roteiro

Político e personalidade da TV, Wallace Souza foi acusado de planejar os crimes violentos que ele investigava e denunciava.(Reprodução/ Internet)

Por Luís Henrique Oliveira

MANAUS – Com uma trama que supera qualquer ficção, a série documental brasileira Bandidos na TV, de Daniel Bogado e Suemay Oram, lançada pela Netflix, se consagrou como a grande vencedora da 4ª edição do Prêmio Associação Brasileira de Autores Roteirista. A série conta com a participação da diretora-geral da REVISTA CENARIUM, jornalista Paula Litaiff.

A cerimônia de premiação, que está disponível no YouTube, foi aberta na última sexta-feira, 30, pela presidente da Abra, a escritora  e roteirista Carolina Kotscho, e apresentada pela atriz Nany People e a roteirista Nathália Cruz, do canal Porta dos Fundos.

(Reprodução/Youtube)

A produção conta a história do apresentador de TV, Wallace Souza, do programa policial de Manaus, lançado em 2000, o Canal Livre. Durante o programa, Wallace perseguia e denunciava criminosos, o que fez com que se tornasse líder de audiência do segmento.

Político e personalidade, a série conta ainda o momento que Wallace Souza é acusado de planejar os crimes violentos que ele investigava e denunciava no próprio programa.

Arquivos TV - Paula Litaiff
Jornalista Paula Litaiff, de Manaus, teve participação na série por ter sido a principal profissional durante a cobertura do Caso Wallace (Reprodução/ Internet)

O Prêmio

O Prêmio Abra de Roteiro tem a finalidade de valorizar os autores-roteiristas e ressaltar a importância do roteiro na cadeia de produção da indústria audiovisual nacional.

Os premiados foram escolhidos pelos próprios membros da associação, em dois turnos de votação. Além do Prêmio Abra, o(a) Roteirista do Ano receberá também o Prêmio Paradiso, oferecido pelo Projeto Paradiso.

Confira lista dos vencedores:

Televisão

Telenovela: Duca Rachid e Thelma Guedes por “Órfãos da terra” (com Dora Castellar, Aimar Labaki, Carolina Ziskind e Cristina Biscaia).

Série de Ficção – Drama: Carla Faour, Julia Spadaccini, Victor Atherino, Giovana Moraes e Maira Motta por “Segunda Chamada”.

Série de Ficção – Comédia: Marcelo Adnet, Marcius Melhem, Alexandre Pimenta, Carolina Warchavski, Daniela Ocampo, Edu Krieger, Leonardo Lanna, Luiza Yabrudi, Marcelo Martinez, Maurício Rizzo, Renata Corrêa, Thiago Gadelha e Wagner Pinto por “Tá No Ar”.

Série de Reality ou Variedades: Paula Miller, Fábio Porchat, Jô Hallack e Douglas Vieira por “Que História É Essa, Porchat?”. Documentário: Daniel Bogado e Suemay Oram por “Bandidos na TV”.

Cinema

Roteiro original: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles por “Bacurau”. Roteiro adaptado: Murilo Hauser, Inés Bortagaray e Karim Aïnouz por “A Vida Invisível”.

Comédia: Fábio Porchat e Gustavo Martins por “A Primeira Tentação de Cristo”. Documentário: Claudia Priscilla, Linn da Quebrada e Kiko Goifman por “Bixa Travesty”; curta-Metragem: Renata Martins por “Sem Asas”. Infantojuvenil: Thiago Dottori por “Turma da Mônica Laços”.

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.


«

Comentários para este post estão fechados

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)