Sem categoria

Em Manaus, projeto realiza evento gratuito para celebrar Dia das Mulheres

O evento inicia às 19 horas, na rua Solimões, nº 07, bairro Mauazinho, Zona Sul de Manaus (Divulgação)

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – O Instituto Social Mulheres empoderadas, coletivo feminino voltado para auxiliar por meio de ações sociais mulheres em situação de vulnerabilidade, vai realizar, no próximo dia 8 de março, uma programação em celebração ao Dia das Mulheres. O evento inicia às 19 horas, na rua Solimões, nº 07, bairro Mauazinho, Zona Sul de Manaus.

De acordo com a fundadora e coordenadora, Gleiciane Lima, de 29 anos, dentre as atividades programadas para o evento estão previstas palestras, sorteios de brindes e rodas de conversas focadas no empoderamento e autoestima feminina.

“Quem vai palestrar é a Drª Daniele Barros, ela é psicóloga do projeto. Essa data merece ser celebrada, é um carinho para nossas mulheres. Vamos homenagear alguns nomes aqui da região e teremos um coquetel para brindar nosso dia. É algo simples, mas que faz a diferença e não poderia passar batido, já que a mulher é o principal foco do nosso projeto”, diz Gleiciane.

“Imagem Poderosa”
Segundo a coordenadora, durante o evento, também será sorteada a participante da 4ª edição da ação intitulada “Imagem Poderosa”, iniciativa voltada para valorizar a imagem e resgatar a autoestima da mulher por meios de cuidados estéticos, ensaio fotográfico, look e presente surpresa.

“Vamos escolher a melhor história da mulher que merece esse dia de beleza. A nossa vontade é dar um dia de mimos para todos, mas ainda não podemos. A data não está definida, mas será em breve. As interessadas em participarem da escolha podem enviar suas histórias em formato PDF para nosso WhatsApp (092) 98190- 9628“, explica.

Além de enviar a própria história para o Whatsapp do projeto, Gleice salienta ser necessário seguir algumas regras como: ser de Manaus, não ter vergonha e estar presente no dia do sorteio. Para mais detalhes as interessadas podem acessar o perfil @empoderadas_mulher12.

“Muitas das vezes, com a correria do dia-a-dia, é muito difícil a gente parar para se olhar, para se cuidar, enxergar e escutar as nossas próprias emoções, e isso vai abalando muito a autoestima da gente.
A autoestima é o valor que a gente se dá. Ela permeia todas as nossas ações, é a base de tudo o que fazemos e de como agimos. O Mulheres Empoderadas tem o intuito não só de lutar por implementações de políticas públicas, mas também de levar autoestima às mulheres”, ressalta.

Sobre o projeto
Atualmente o projeto ainda não possui sede fixa, a pretensão é expandir as atividades para além do Complexo Mauá, que abrange quatro bairros, sendo eles; Mauazinho 1 e 2, Jardim Mauá e Parque Mauá, que, segundo Gleiciane, apenas nesta área da cidade há pelo menos trinta mil pessoas.

Os interessados em apoiar o projeto “Mulheres Empoderadas” podem entrar em contato pelo Instagram @empoderadas_mulher12, ou, ainda, fazer ligações pelo número (92) 98190-9628.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

*

*

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff tem especialização em Gestão de Políticas Sociais e, atualmente, é diretora executiva da Agência e Revista Cenarium. Há 16 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Produziu matérias para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)