#Factuais

CENARIUM fecha produção de conteúdo sobre Amazônia com Portal Cultura Brasil

Reserva Uacari no médio Juruá no estado do Amazonas (Ricardo Oliveira/Agência Cenarium)

Andréa Vieira – Da Revista Cenarium

MANAUS – A AGÊNCIA CENARIUMagenciacenarium.com.br, – geradora de conteúdo da Revista Cenarium e TV Web Cenarium – ingressou, nesta semana, na plataforma de um dos maiores sistemas de notícias da América Latina, o UOL, para veicular informações sobre a Amazônia, via PORTAL CULTURA BRASIL, o https://cultura.uol.com.br/, da TV Cultura, sediada em São Paulo.

UOL e TV Cultura em novo portal nacional de notícias

Com um conteúdo exclusivamente autoral, a AGÊNCIA CENARIUM produz matérias jornalísticas sobre assuntos sociopolíticos, socioeconômicos e comportamentais relacionados à diversidade, à igualdade de gênero e às relações étnico-raciais. A agência tem correspondentes em Estados da região Norte do Brasil e sucursal para assuntos da Amazônia em Brasília.

No PORTAL DA CULTURA, a CENARIUM dividirá espaço de veiculação de conteúdo com grandes agências internacionais, como a BBC News. Fundada em 1922, a British Broadcasting Corporation é uma corporação pública de rádio e televisão do Reino Unido, reconhecida mundialmente, que, também, atua na internet como portal de notícias.

Índice de notícias da Agência Cenarium no Portal Cultura
Índice de notícias da Agência BBC no Portal Cultura

Amazônia e Brasil

Para o diretor de Rede e Projetos da TV Cultura, Fábio Chateaubriand, a parceria entre a CENARIUM e o PORTAL CULTURA é uma forma de reconhecer a importância da região Norte para o País. O executivo disse que “não se pode falar em Brasil sem falar em Amazônia”.

“Além de darmos mais voz aos povos tradicionais e povos indígenas, a parceria pretende mostrar como os desafios na região podem comprometer outros Estados brasileiros, do ponto de vista social e econômico”, observou Chateaubriand.

O gerente de Mídias Digitais da TV Cultura, Danilo Rocha, explicou que a geração de conteúdo permitirá que o endereço eletrônico da CENARIUM tenha mais autonomia na internet, uma vez que é disponibilizado. “A parceria dará ainda mais autoridade na internet para os dois veículos de comunicação”, apontou Danilo.

Principais notícias desta terça-feira, 27, da Cenarium, no Portal Cultura

Contexto e crítica

A diretora-executiva da AGÊNCIA CENARIUM, jornalista Paula Litaiff, disse ser grata à TV Cultura pela parceria e afirmou que a “equipe CENARIUM” mantém-se dedicada a continuar a produção do conteúdo de qualidade sobre a Amazônia, com as análises contextual e crítica dos fatos, características do veículo de comunicação.

Moradores da Amazônia na estiagem histórica (Ricardo Oliveira/Agência Cenarium)

“Estamos honrados em contribuir com a divulgação de conteúdo sobre a região amazônica, uma área do Brasil que tem sido mais valorizada internacionalmente do que pelos próprios brasileiros. Além das florestas, que são vitais, temos um povo que precisa ser melhor conhecido”, finalizou a representante da CENARIUM.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff tem especialização em Gestão de Políticas Sociais e, atualmente, é diretora executiva da Agência e Revista Cenarium. Há 16 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Produziu matérias para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)