#Bastidores

Apoio de Josué Neto com PRTB de Hamilton Mourão fortalece candidatura de David Almeida

Josué Neto e David Almeida: indiferenças deixadas de lado para a eleição à Prefeitura de Manaus (Reprodução/Facebook)

Por Paula Litaiff

Apesar de não ter tempo de televisão e ter renunciado ao Fundo Eleitoral de Financiamento de Campanha (FEFC), o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) do vice-presidente da República, Hamilton Mourão, comandado no Amazonas pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE/AM), Josué Neto, fortaleceu a candidatura a prefeito de Manaus do ex-governador, David Almeida (Avante), por dois principais motivos: pela influência dos dirigentes nas redes sociais e pela postura mais agregadora de Mourão no grupo político do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O anúncio da adesão do PRTB à coligação de David foi feito, ontem, 15, por Josué Neto em uma live realizada, simultaneamente, pelos dois nas redes sociais. Na ocasião, o presidente da ALE/AM explicou que o acidente de jet ski, ocorrido no mês passado, comprometeu sua decisão inicial de disputar uma candidatura majoritária, em Manaus, e falou da importância da cidade se unir ao governo federal.

“Precisamos, agora, nos dar as mãos e procurar ajuda do governo federal. O nosso espírito público vai acima de qualquer indiferença e você (David) é cristão, você sabe que eu também sou cristão, nós temos esses valores. O PRTB tem como presidente de honra, Hamilton Mourão, que, também, preside o Conselho da Amazônia e, juntos, podemos fazer muito por Manaus”, afirmou Josué.

Além do PRTB, o candidato pelo Avante conseguiu unir outros quatro partidos, DEM, PTC, PMB e PV. David agradeceu a união com o presidente da ALE/AM e afirmou que o grupo precisa fazer com que os candidatos que já tiveram a oportunidade de administrar Manaus fiquem no passado, referindo-se a Amazonino Mendes (Podemos) e Alfredo Nascimento (PL).

“Vamos colocar no lugar deles, que é um lugar na história. Vamos colocar na história, porque é a história que vai virar uma página, a cortina vai fechar para uma geração, uma geração chamada ‘caciques’. Agora, vamos assumir o protagonismo da cidade”, declarou David.

Militância virtual

Em meio às investigações contra a família do presidente da República, Jair Bolsonaro, e o destempero dele com jornalistas da imprensa nacional e até aliados políticos, Hamilton Mourão ganhou a fama no grupo de ser o mais “simpático” e moderado no discurso, características que têm ampliado seu número de seguidores nas redes sociais.

Um estudo feito pela Bites, uma consultoria que analisa dados para relações governamentais e divulgado em maio deste ano pela Revista Veja, constatou um ganho expressivo de seguidores nos perfis de dois generais do governo Bolsonaro: Hamilton Mourão e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno.

Segundo a Bites, Heleno conseguiu 654 mil novos seguidores no Twitter e no Instagram desde o dia 1º de março, enquanto Mourão passou a ser acompanhado por outras 558 mil pessoas – agora, cada um possui cerca de 1,6 milhão nas duas redes sociais.

Josué Neto, também, tem usado as redes sociais para ampliar a aprovação da gestão de Bolsonaro e Mourão junto a correligionários de Manaus. As últimas pesquisas de avaliação do governo federal mostram que a administração de Bolsonaro é aprovada por mais de 50% dos amazonenses, considerada uma das maiores do Brasil.

Renúncia aprovada

A decisão do PRTB de abrir mão da verba oriunda do Fundo Eleitoral de Financiamento de Campanha, após a iniciativa do partido Novo, fez a legenda de Mourão aumentar a avaliação positiva na internet neste ano. A sigla comunicou a renúncia aos recursos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 16 de junho.

Agora, 31 dos 33 partidos habilitados. De acordo com a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997), as verbas do FEFC que não forem utilizadas nas campanhas eleitorais deverão ser devolvidas ao Tesouro Nacional. O montante de um pouco mais de R$ 2 bilhões foi disponibilizado ao TSE pelo Tesouro Nacional em 1º de junho.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff tem especialização em Gestão de Políticas Sociais. Há 15 anos na profissão, atua no Jornalismo de Dados e em Reportagens Investigativas. Produziu matérias para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings – Bandidos na TV da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


CHARGE DO DIA