Factuais

Respeitado escritor defende atuação da CENARIUM em matérias sobre Lei Aldir Blanc

Carolina Givoni – Da Revista Cenarium MANAUS — O professor da pós-graduação em Memória Social da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNI-Rio), José Ribamar Bessa Freire, defendeu a atuação da REVISTA CENARIUM em matérias sobre a Lei Aldir Blanc, por meio de crônica publicada no site Taquiprati, neste domingo, 28. No texto, intitulado “Tenório: o […]

Compartilhe:

Factuais

CARTA AOS ARTISTAS – ‘Caso Lei Aldir Blanc’: o Jornalismo no combate à desigualdade

Por Paula Litaiff Aos artistas contemplados e não contemplados pela Lei Aldir Blanc do Amazonas A REVISTA CENARIUM é um veículo de comunicação online e impresso que tem como principais diretrizes o respeito à pluralidade de pensamento e o combate à desigualdade em todos os âmbitos, considerando que todos, sem exceção, são iguais perante a Constituição Federal. […]

Compartilhe:

Factuais

Lei Aldir Blanc em Manaus: filha de Amazonino recebeu R$ 60 mil e R$ 4 milhões a 30 artistas

Por Paula Litaiff – Da Revista Cenarium Destinada a ajudar artistas afetados pela pandemia do novo coronavírus, a verba prevista pela Lei Aldir Blanc (Lei Federal 14.017/20) da Prefeitura de Manaus concentrou, em 2020, R$ 4,17 milhões nas mãos de 33 profissionais e instituições “de elite”. As informações constam no Diário Oficial do Município (DOM) do dia […]

Compartilhe:

A AUTORA

Graduada em Jornalismo, Paula Litaiff é diretora executiva da Revista Cenarium e Agência Amazônia, além de compor a bancada do programa de Rádio/TV “Boa Noite, Amazônia!”. Há 17 anos, atua no Jornalismo de Dados, em Reportagens Investigativas e debate de temas sociais. Escreveu para veículos de comunicação nacional, como Jornal Estado de S. Paulo e Jornal O Globo com pautas sobre Amazônia. Seu trabalho jornalístico contribuiu na produção do documentário Killer Ratings da Netflix.

Paula Litaiff é Diretora de Redação em

O SITE

O Site da Paula Litaiff tem como principal finalidade a emissão de opinião sobre diversos temas sociais, políticos e econômicos, levando o leitor à reflexão sobre a importância de se tornar um agente transformador da sociedade.


Tenho medo de escrever. É tão perigoso. Quem tentou, sabe. Perigo de mexer no que está oculto – e o mundo não está à tona, está oculto em suas raízes submersas em profundidades do mar. Para escrever tenho que me colocar no vazio. Neste vazio é que existo intuitivamente. Mas é um vazio extremamente perigoso…

(in Um Sopro de Vida | CLARICE LISPECTOR)